Incêndio destrói 200 hectares de reserva no interior de São Paulo

De acordo com a Defesa Civil, as chamas consumiram áreas de cerrado e remanescentes de Mata Atlântica na região de Itapira

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2016 | 16h34

SOROCABA - Um incêndio controlado apenas na manhã desta quarta-feira, 14, destruiu 200 hectares de reserva ambiental na região de Itapira, interior de São Paulo. A área equivale a 280 campos de futebol. As chamas tiveram início no fim da tarde de terça e avançaram rapidamente em razão do clima seco e da baixa umidade do ar. Além dos bombeiros, foram mobilizadas brigadas de incêndio de três fazendas onde fica a área atingida pelo fogo e equipes da Defesa Civil. Foram construídos aceiros para delimitar a propagação da queimada.

Um trator de uma das fazendas foi atingido e queimado pelo fogo. De acordo com a Defesa Civil, as chamas consumiram áreas de cerrado e remanescentes de Mata Atlântica. As matas funcionam como corredor ecológico para espécies importantes da fauna silvestre da região, como as onças pardas. Bombeiros relataram a morte de quatis e outros animais que não conseguiram escapar das chamas. Um levantamento detalhado dos prejuízos ambientais será realizado na quinta-feira, 15.

Rodovia. Uma queimada de grande porte atingiu um terreno às margens da rodovia Anhanguera, na noite de terça-feira, 13. A fumaça invadiu a pista, na altura de Nova Odessa, prejudicando o trânsito, mas não houve acidentes. As chamas chegaram próximas de indústrias instaladas no local. Duas equipes do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para combater o incêndio, que só foi contido na madrugada desta quarta. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de janeiro até esta quarta-feira foram registradas 2.612 queimadas no Estado, 78% mais que no mesmo período do ano passado, quando foram 1.461.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.