Inaugurado nesta terça, túnel do Itaquera tem tráfego liberado

Via de três faixas na região leste busca separar o trânsito local da principal via da região do trânsito de passagem pelo bairro

Laura Maia de Castro, O Estado de S. Paulo

29 Abril 2014 | 11h52

 SÃO PAULO - O tráfego no túnel do Complexo Viário Polo Itaquera, uma passagem inferior da Radial Leste em frente à Estação Corinthians-Itaquera do Metrô e da CPTM, foi liberado aos carros na manhã desta terça-feira, 29. Trata-se de uma via expressa de três faixas de rolamento que tem como objetivo separar o trânsito local da principal via da região do trânsito de passagem pelo bairro. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT) estiveram presentes no local, antes da liberação das pistas sentido bairro.

"Cerca de 85% do tráfego é de quem passa pela Radial Leste e não de trânsito local. Com o túnel agora, as pessoas vão direto. Ganha quem está na Radial Leste, que passa direto pelo túnel sem interrupção, e ganha o trânsito local que será feito por cima", disse Alckmin.

Segundo prefeito Fernando Haddad, com a entrega do túnel e de outras obras do complexo viário ao longo do mês de maio, as obrigações para a Copa serão cumpridas."Todas as obrigações assumidas pelo Estado e pela Prefeitura foram honrados para a Copa do Mundo. Não só em relação ao estádio, mas também em relação ao legado. O conjunto de obras que estão sendo realizadas e entregues vão significar uma mobilidade muito melhor para zona leste e também oportunidade de emprego e renda", disse o prefeito.

De acordo com o governo, mais três obras serão entregues ao longo de maio. A nova avenida no sentido norte-sul, que interliga as Avenidas José Pinheiro Borges e Radial Leste à Avenida Itaquera, o conjunto de viadutos sobrepondo os trilhos do Metrô, CPTM e Radial Leste, que permitirá a ligação da porção norte à sul do bairro e a nova avenida ligando as avenidas Itaquera e Miguel Inácio Curi, para facilitar o acesso da Radial Leste e da estação Corinthians-Itaquera a partir das avenidas Itaquera e Líder.

As obras do Complexo Viário Polo Itaquera foram gerenciadas pela Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA) e viabilizadas por um convênio entre Estado e Prefeitura. Segundo o governo, foram gastos $397,9 milhões por parte do Estado e R$ 150,6 milhões pela Prefeitura, totalizando R$548,5 milhões.

Alças. A previsão de entrega das duas alças de acesso da Avenida Jacu-Pêssego à Radial Leste, na zona leste, passou para setembro. Segundo Haddad, o atraso na entrega da obra, que estava prevista para março deste ano, foi por causa de um problema de desapropriações na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.