Idoso já plantou 1.023 árvores em SP

Maior parte está em terrenos da Aeronáutica

FELIPE TAU / JORNAL DA TARDE, O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2011 | 03h03

O aposentado Caetano Beccari, de 87 anos, já fez de tudo na vida: trabalhou em fábrica de fios, oficina mecânica, distribuição de doces caseiros e como engenheiro hidráulico. Mas foi em 1992, após se aposentar, que pôde se dedicar à sua verdadeira vocação: plantar árvores. Desde então, já foram mais de mil mudas cultivadas na cidade de São Paulo, a maior parte em terrenos da Aeronáutica, por onde serviu de 1945 a 1958.

Segundo sua contabilidade, ele plantou precisamente 1.023 árvores, a maioria mangueiras - que diz ser mais fácil cultivar. As primeiras foram colocadas em um terreno que pertence à Infraero, em Moema, na zona sul. A área fica ao lado do Shopping Ibirapuera, a poucas quadras da sua casa, e funciona como uma das bases de controle de aviões militares no Sudeste.

Beccari também plantou em escolas, praças e condomínios, onde ainda dá palestras encorajando as pessoas a seguirem seu exemplo. Diz que aprendeu tudo na prática, desde que trabalhava na lavoura em Santo Antônio da Posse, cidade do interior do Estado onde nasceu. E afirma que decidiu militar pelo meio ambiente por "gratidão à Aeronáutica e vocação".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.