Homem confessa ter matado sobrinha de 9 anos a facadas e vai preso do Rio

Um homem foi preso na zona oeste do Rio, acusado de matar a própria sobrinha, de 9 anos, a facadas, na noite de sexta-feira. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime. Os investigadores afirmam que o assassinato foi motivado por uma vingança contra os pais da menina.

O Estado de S.Paulo

30 Julho 2012 | 03h08

O delegado que acompanha o caso pela Delegacia de Homicídios, Alan Lacerda, diz que o suspeito, Gilmar Cunha, é companheiro da tia biológica da criança e planejou o crime sozinho. Na noite do crime, a menina estaria sozinha em casa, no bairro de Campo Grande, quando o homem teria tentado abusar sexualmente da criança. Sem sucesso, o criminoso matou a menor com aproximadamente 20 facadas.

O corpo da sobrinha foi encontrado embaixo de uma cama. As investigações ainda não apontam o motivo do crime. Ele vai responder por estupro de vulnerável e homicídio culposo consumado, com duas qualificadoras (motivo fútil e ocultação de crime precedente).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.