1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Haddad vê relação entre fim da Máfia do ISS  e alta da arrecadação

O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2014 | 17h 04

Após dissolução de uma quadrilha na Secretaria de Finanças do Município, total arrecadado com o imposto cresceu 74%

Evelson de Freitas/Estadão
Haddad elogiou o trabalho da Controladoria-geral do Município, que com o Ministério Público Estadual, investigou e detectou as irregularidades na arrecadação do imposto

O prefeito Fernando Haddad disse enxergar uma relação direta entre a operação que desmontou uma quadrilha na Secretaria de Finanças do Município e o aumento posterior na arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS). Após a retirada do grupo e o combate aos procedimentos fraudulentos, constatou-se crescimento de 74% no total arrecadado, passando de R$ 36,1 milhões no primeiro semestre de 2012 para R$ 63 milhões no primeiro semestre de 2014.

"Há uma correlação imediata entre uma coisa e outra. Foi um trabalho bem feito de combate à corrupção", disse Haddad na manhã desta quinta-feira, 21, durante visita a um Centro de Educação Infantil no Grajaú, zona Sul de São Paulo. A informação de aumento da arrecadação foi publicada pela Folha de S. Paulo.

O chefe do Executivo elogiou o trabalho da Controladoria-geral do Município, que com o Ministério Público Estadual, investigou e detectou as irregularidades na arrecadação do imposto. "Isso demonstra que a decisão de criar a Controladoria foi acertadíssima. Hoje, é uma Secretaria de combate à corrupção", avaliou o prefeito. O órgão foi criado em maio de 2013 para "prevenir e combater a corrupção na gestão municipal".

Em outubro do ano passado, o MP e a Controladoria-geral deflagraram a operação para combater a "máfia do ISS". A investigação apontou que empreendimentos pagavam menos impostos do que deveriam facilitados pelos servidores públicos.