1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Guindaste que caiu na estação do Metrô será retirado à tarde

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

07 Abril 2010 | 14h 12

Guindaste de cerca de 30 metros de altura está instalado no canteiro de obras da futura estação Morumbi; acidente não deixou feridos

O guindaste que tombou dentro no canteiro da futura estação São Paulo-Morumbi, na Linha 4-amarela, no fim da tarde desta terça-feira, 6, deverá ser retirado na tarde de hoje, segundo informações do consórcio Via Amarela, responsável pela obra.

 

De acordo com o Via Amarela, técnicos da empresa responsável pelo guindaste estão trabalhando para colocar o equipamento em posição normal. Por conta da dimensão do guindaste, os trabalhos são feitos com cautela.

 

O guindaste de cerca de 30 metros de altura está instalado no canteiro de obras da futura estação Morumbi do Metrô e tombou na tarde de ontem, por volta das 16 horas, atingindo a calçada da Avenida Francisco Morato, na altura do nº 2.600, zona oeste da capital. Ninguém ficou ferido.

 

O guindaste, montado sobre um caminhão, içava materiais do fundo de um dos poços da estação quando adernou, segundo a assessoria do Metrô. A força da queda foi suficiente para elevar o caminhão, que ficou perpendicular ao solo. A ponta do guindaste destruiu o muro da obra e avançou três metros sobre a calçada.

 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), uma faixa de rolamento da avenida permanecia interditada, pois foi canalizada para a passagem de pedestres.

 

De acordo com o Via Amarela, o incidente não provocou feridos e nem sequer interrompeu os trabalhos na obra. Ainda segundo consórcio, o guindaste tombou provavelmente devido ao excesso de peso e posição da haste. A informação ainda não foi confirmada.