Grupo usa tática do carro em marcha à ré para furtar lojas

Crimes ocorreram na madrugada do dia 1.º em avenida da zona leste da capital paulista

O Estado de S. Paulo

02 Janeiro 2015 | 08h52

SÃO PAULO - Um "método" de furto que se popularizou nos últimos anos como a "gangue da marcha à ré" voltou a ser praticado na capital paulista. Na madrugada de quinta-feira, 1.º, um grupo usou um carro para arrombar a porta de dois estabelecimentos comerciais na Avenida Baronesa de Muritiba, no Parque São Rafael, na zona leste da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, uma das lojas pertence à rede Boticário, de perfumes, e a outra é uma farmácia. O crime foi praticado por volta das 0h40, quando a cidade celebrava os primeiros minutos de 2015. Os ladrões fugiram.

O caso foi registrado no 49.º Distrito Policial (São Mateus). Nenhum suspeito havia sido identificado até a manhã desta sexta-feira, 2. Imagens do circuito de câmeras interno das lojas já vem sendo usadas na investigação.

Mais conteúdo sobre:
gangue da marcha a ré

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.