Grávida de quatro meses morre atropelada em Osasco

Exame clínico constatou embriaguez do motorista; ela caminhava na calçada e tinha dois filhos

Ricardo Valota e Daniela do Canto, da Central de Notícias,

21 Maio 2009 | 12h01

Uma grávida de quatro meses morreu atropelada na noite de quarta-feira, 20, no Jardim Baronesa, em Osasco. Identificada apenas como Marleide, ela andava na calçada acompanhada de duas cunhadas, na Avenida João Ventura dos Santos, quando um motorista perdeu o controle do veículo e a atingiu.

 

Marleide chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e levada ao Hospital Regional de Osasco, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã desta quinta-feira, 21. Marleide tinha outras duas crianças, de 6 e 7 anos.

 

O motorista, identificado como Aguiar, tentou fugir mas foi detido por testemunhas. De acordo com a polícia, o pedreiro, que exalava cheiro de álcool, se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas um exame clínico constatou a embriaguez. O caso foi registrado no 10º Distrito Policial de Osasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.