Gerente é preso por vender alimentos estragados em SP

Supermercado no Brooklin apresentava diversas irregularidades; Antonio Soares da Silva Júnior pagou fiança

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

06 Novembro 2009 | 16h27

O gerente Antonio Soares da Silva Júnior foi preso em flagrante na quinta-feira, 5, depois que a Polícia Civil encontrou alimentos vencidos e estragados em um supermercado do Brooklin, na zona sul de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, policiais civis da 1ª Delegacia de Saúde Pública foram até o estabelecimento e encontraram comidas sem especificações de procedência e data de validade, alimentos vencidos, e dois sacos com pães mofados.

 

Após analisarem as gôndolas, prateleiras e câmara fria para manipulação, os policiais encontraram várias irregularidades. Dentro da câmera fria foram encontrados produtos que, após serem reembalados, seriam devolvidos às prateleiras.

 

No setor de manipulação foram localizados três pedaços de queijos gorgonzola embalados com datas válidas, mas ao lado dos laticínios estavam etiquetas com validade vencida. Na padaria, dois sacos de pães que estavam em estado avançado de mofo seriam utilizados para a fabricação de farinha de rosca.

 

Vinte e duas bandejas de salmão, dez bandejas de milho, seis pedaços de filé de pescada, seis pedaços de queijo gorgonzola, dois pacotes de linguiça, e dois sacos de pães foram apreendidos. Todos os produtos estavam com a data de validade adulterada ou não tinham informação da origem ou fabricação.

 

Ainda segundo a secretaria, o gerente foi levado à delegacia e indiciado por sonegação fiscal. Ele pagou fiança de R$ 2.500 para aguardar o julgamento em liberdade.

Mais conteúdo sobre:
SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.