Gate resgata vigilante amarrado a suposto explosivo no interior de SP

Carro-forte sofreu tentativa de assalto; bandidos fogem e ao menos dois são feridos em operação

estadão.com.br

06 Julho 2012 | 10h51

Atualizada às 11h45

SÃO PAULO - Uma tentativa de assalto a um carro-forte deixa ao menos dois vigilantes feridos e um terceiro amarrado a um suposto explosivo na manhã desta sexta-feira, 06, na região de Campinas, interior de São Paulo. O esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar foi deslocado para o local para auxiliar no resgate.

Segundo a Globo News, três vigilantes já foram atendidos e conduzidos a um pronto-socorro próximo, dois deles com estilhaços de bala. De acordo com o major da PM Marci Elder, eles têm apenas ferimentos leves e passam bem. Ainda segundo o oficial, o Gate ainda trabalha para retirar o artefato do corpo do vigilante que ficou no local."Nosso objetivo é remover o objeto o quanto antes."

Há neste momento grande movimentação em torno do veículo, na alça de acesso ao Anel Viário José Magalhães Teixeira. Limite entre as cidade de Campinas e Valinhos, o local é uma ligação importante das duas principais rodovias da região.

Assalto. Segundo a PM, a tentativa de assalto ao carro-forte ocorreu por volta das 9h30 da manhã desta sexta-feira. O blindado em que os seguranças transportavam dinheiro foi fechado no anel viário por dois caminhões roubados conduzidos pelos bandidos, que estariam em seis.

Um dos caminhões tomou a frente do carro-forte, enquanto o outro bloqueou a traseira. Houve troca de tiros e os bandidos fugiram, queimando o caminhão da dianteira.Os criminoso ainda não foram localizados.

Mais conteúdo sobre:
Carro-forte tentativa de assalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.