Garis e lixeiros de SP fazem operação-padrão

Os garis e lixeiros de São Paulo reduziram a jornada ontem como aviso sobre a greve marcada para terça-feira. Segundo o sindicato, oito toneladas de lixo não foram recolhidas. As empresas de limpeza urbana não se manifestaram. Cada gari da cidade costuma trabalhar de dez a 14 horas por dia para cumprir todas as varrições.

, O Estado de S.Paulo

24 Abril 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.