MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Fechar Minhocão é viável, diz estudo preliminar da CET

Levantamento preliminar apresentado à Câmara indica que desativar via elevada traz pouco impacto para o trânsito da região

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

29 Maio 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Um estudo ainda em andamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) aponta ser viável fechar o Elevado Costa e Silva, o Minhocão, no centro da capital paulista, sem grandes prejuízos para o trânsito da região. As informações foram repassadas nesta quinta-feira, 28, em uma audiência pública na Câmara Municipal que debate o fechamento da via elevada aos sábados. 

O trabalho deve estar pronto dentro de um mês. Um texto preliminar foi entregue à Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara. “Os resultados da macrossimulação indicam que os impactos em termos de fluxos veiculares nas vias da área de estudos não são significativos, permitindo a desativação do Elevado Costa e Silva”, diz trecho do material.

Os vereadores debatem um projeto de lei, de José Police Neto (PSD), que prevê o fechamento da via aos sábados - o Plano Diretor aprovado pelo prefeito Fernando Haddad (PT) determina a desativação total do elevado em até 15 anos, sem definir se a via será demolida ou vai virar parque.

Detalhes. A área em estudo pelos técnicos inclui as vias ao redor do elevado, que receberiam o fluxo de veículos caso o Minhocão fosse desativado. Segundo a CET, o levantamento ainda não verificou o fechamento especificamente aos sábados. O que foi analisado até aqui, em programas de simulação de tráfego, foi o comportamento do trânsito com e sem o Minhocão. 

Para verificar os eventuais impactos no trânsito do fim de semana é preciso reprogramar os sistemas, uma vez que as viagens nos dias úteis têm origens e destinos diferentes na cidade e o fluxo de automóveis no fim de semana é 17% menor.

Há duas semanas, o prefeito Haddad manifestou-se sobre o assunto dizendo ser favorável, de início, que o fechamento aos sábados ocorra apenas no período da tarde. A Prefeitura, no entanto, vai aguardar a conclusão do estudo da CET. 

Já o vereador Police Neto, autor da proposta do fechamento aos sábados, diz que a desativação total da via deve começar de algum ponto. “Fechar aos sábados é um começo”, disse. “Há pessoas que fazem uma crítica muito raivosa ao fechamento, à abertura de um parque no Minhocão. Defendo que esse parque tenha regras, horário de funcionamento, segurança, como todo parque público.”

Police viu a manifestação preliminar da CET como “a primeira vez que a Prefeitura admite ser possível fechar o minhocão aos sábados”. Uma nova audiência pública na Câmara deve ser marcada para discutir o assunto quando o estudo terminar.

Contra. Lideranças comunitárias da região, no entanto, são contrárias ao fechamento aos sábados. “O fechamento pode criar uma área de lazer durante o dia, mas vira fator de forte insegurança e perturbação do sossego, com música alta e pessoas se embebedando na porta da janela dos moradores”, diz o presidente do Conselho de Segurança (Conseg) de Santa Cecília, Fabio Fortes. Ele afirma que, entre os moradores e comerciantes, o desejo é que o elevado seja demolido de vez.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Minhocão

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.