Família retorna para casa interditada e escapa por pouco na zona leste de SP

Das 9 pessoas que estavam no imóvel, apenas uma, de 62 anos, teve ferimentos mais sérios

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

09 Dezembro 2011 | 05h27

SÃO PAULO - Uma casa desabou, por volta das 2h45 desta madrugada de sexta-feira, na Rua Boa Estrela, ao lado do córrego da Água Rasa, próximo ao Cemitério da Vila Formosa, na zona leste de São Paulo.

 

No momento em que os primeiros estalos foram percebidos, havia nove pessoas dentro do imóvel. Todos dormiam. A casa era térrea, antiga e com três cômodos, de telhado sem laje, e já estava condenada e interditada, mas os moradores resolveram ocupá-la novamente mesmo sabendo do risco iminente de desabamento.

 

Os bombeiros foram acionados e, ao chegarem no local, não encontraram nenhuma vítima sob os escombros. Vera Lúcia Arruda Bento, de 62 anos, que já havia sofrido um AVC na semana passada, estava na cama que foi a mais atingida pelo telhado e teve ferimentos moderados na cabeça. A sexagenária foi encaminhada por vizinhos para o pronto-socorro de Vila Nhocuné.

 

Outras seis pessoas, entre elas duas crianças, uma de 10 anos, sofreram apenas escoriações. Algumas foram levadas para o pronto-socorro do Tatuapé.

 

 

Texto atualizado às 6 horas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.