Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Falta de chuva em abril deve piorar nível do Cantareira; volume chegou a 13,3%

Tendência é que a partir deste mês o volume de chuvas seja bem inferior ao do mês de março

O Estado de S. Paulo

02 Abril 2014 | 10h18

SÃO PAULO - O nível de água do Sistema Cantareira, que abastece cerca de nove milhões de pessoas na Grande São Paulo, caiu 0,1% nesta quarta-feira, 2. O índice, segundo a medição da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), foi de 13,4% para 13,3% da capacidade total.

Apesar da queda, a pluviometria registrada no dia foi um pouco maior que a da terça-feira, 1º. De acordo com a Sabesp, a precipitação foi de 10,2 mm ante 9,5 mm no dia anterior. A tendência, porém, é que a partir deste mês o volume de chuva seja bem inferior ao do mês de março, quando choveu 193,3 milímetros no sistema.

O índice ficou acima da média histórica do mês, que é de 184,1 milímetros. Mesmo assim, não impediu a queda do nível de armazenamento do Cantareira, que estava em 16,6% da capacidade no dia 1º. de março. Agora em abril, a média histórica é de apenas 89,3 milímetros de chuva na região.

O verão seco também comprometeu o Sistema Alto Tietê, que abastece a zona leste da capital e alguns municípios da região metropolitana e registra apenas 37,5% da capacidade nesta quarta. Na mesma data do ano passado, o volume do Alto Tietê era de 65,3% e o do Sistema Cantareira, de 61,9%.

Mais conteúdo sobre:
Cantareira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.