Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Falha paralisa linha 7 - Rubi da CPTM por mais de 2 horas

São Paulo

NatyBerwanger /Twitter

São Paulo

CPTM

Falha paralisa linha 7 - Rubi da CPTM por mais de 2 horas

Operação Paese foi acionada, mas houve tumulto; PM usou bombas de gás

0

Diego Moura,
O Estado de S. Paulo

05 Janeiro 2016 | 20h16

Uma falha em um equipamento da rede aérea da linha 7 - Rubi provocou a interrupção da circulação de trem entre as estações Pirituba e Caieiras por volta das 17h30. A Companhia Paulista dos Trens Metropolitanos (CPTM) só retomou o serviço perto das 19h e, mesmo assim, com velocidade reduzida.

A passageira Daniele Teixeira disse que a estação Pirituba estava um "caos total", pois, mesmo com a operação Paese acionada, os ônibus eram insuficientes para cobrir a demanda: ou não chegavam ou saiam abarrotados dos pontos. "Saí da estação porque a galera estava bem exaltada. Na avenida tem muita gente na rua e não passa nenhum ônibus", explicou Daniele.

Dezenas de passageiros, revoltados, correram pelos trilhos. A PM usou bombas para dispersar a confusão que se formou do lado de fora da estação e do terminal Pirituba. De acordo com a assessoria de imprensa da PM, "alguns ônibus foram depredados no terminal" e as medidas foram tomadas para "dispersar o tumulto".

Aumento da passagem. Pelo Twitter, passageiros criticavam o aumento da tarifa e a qualidade do serviço oferecido. "O ano muda,  o valor da passagem muda,  mas as panes da #cptm continuam as mesmas", escreveu Eliana Barros. "Começando o ano super com falha grave na CPTM e esse governo tem a cara de pau de querer aumentar a passagem", se irritou a usuária Camila. O tuiteiro Paulo Rios foi mais longe: "Os estudantes fizeram greve dormindo nas escolas e alcançaram o objetivo. Vou dormir na estação da #CPTM amanhã. Vai que dá certo..."

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.