Faixa exclusiva de ônibus na marginal começa nesta segunda-feira

Condutores de carros, motos e caminhões que invadirem as faixas no horário em que elas estiverem ativas podem ser multados em R$ 53,20 e receber três pontos na CNH

Rodrigo Burgarelli,

16 Junho 2013 | 23h36

Começa a operar nesta segunda-feira, 17, a faixa exclusiva de ônibus na Marginal do Tietê. A via já tem faixa preferencial para os coletivos, na qual os carros devem dar preferência aos ônibus, mas não são proibidos de rodar. Agora, condutores de carros, motos e caminhões que invadirem as faixas no horário em que elas estiverem ativas podem ser multados em R$ 53,20 e receber três pontos na carteira nacional de habilitação (CNH).

A pista exclusiva para os ônibus ficará na faixa da direita, em ambos os sentidos, entre as Pontes das Bandeiras e Aricanduva. No total, ela terá 12,7 km de extensão e será ativada nos dias úteis das 6h às 9h no sentido Castelo Branco e das 17h às 20h no sentido Ayrton Senna.

Trinta linhas de ônibus da São Paulo Transporte (SPTrans) percorrem o trecho, levando, por dia, 211 mil passageiros, em média. A expectativa é aumentar a velocidade dos coletivos no horário em que a marginal costuma ficar totalmente parada em um dos sentidos.

Investimentos em transporte público estão previstos desde 2002 no eixo da marginal. No Plano Diretor Estratégico, já se previa a construção do Apoio Norte do Tietê, uma avenida paralela à marginal que sairia de Pirituba e seguiria até o limite com Guarulhos. Um corredor de ônibus deveria ter sido construído nessa via até 2012. Nada disso nem sequer começou a sair do papel. Hoje, o Apoio Norte virou uma meta do prefeito Fernando Haddad (PT) para a sua gestão até 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.