Divulgação/PM
Divulgação/PM

Ex-jogadora de futebol é detida por tráfico em Praia Grande

Taynara da Silva, que jogou no São Vicente, ofereceu R$ 5 mil para não ser presa; ela carregava ecstasy; cocaína, LSD e maconha

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para O Estado de S. Paulo

14 Julho 2015 | 20h58

SANTOS - Uma jovem detida em flagrante por tráfico de drogas na madrugada desta terça-feira, 14, ofereceu R$ 5 mil a homens da Polícia Militar Rodoviária para ser liberada.

Segundo informações da Delegacia de Polícia Sede de Praia Grande, litoral sul de São Paulo, onde a ocorrência foi registrada, Taynara Molinari da Silva, de 21 anos, que é ex-jogadora de futebol, carregava o dinheiro em uma mochila, junto com 29 comprimidos de ecstasy, cinco pinos de cocaína, 14 selos de LSD e duas porções de maconha.

A garota foi abordada por uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) quando caminhava pela Avenida Ministro Marcos Freire, perto do cruzamento da Via Expressa Sul (continuação da Rodovia dos Imigrantes) com a Rodovia Governador Mário Covas (continuação da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega), na região da Vila Esperança, em Praia Grande.

Taynara Molinari da Silva foi atleta do São Vicente Atlético Clube. Em 2011, participou da Copa São Paulo de Futebol Feminino. No ano seguinte, integrou a Seleção de Futebol Feminino de Praia Grande.

A jovem permanecia detida, na noite desta terça-feira, na Delegacia Sede de Praia Grande, à disposição da Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.