1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Estradas terão neblina forte no feriado

O Estado de S.Paulo

17 Abril 2014 | 02h 06

Motoristas devem tomar cuidado para ir ao litoral paulista; polícia rodoviária vai colocar 1,6 mil agentes nas rodovias de todo o Estado

Os turistas que decidirem passar o feriado prolongado de Páscoa e Tiradentes no litoral de São Paulo devem redobrar os cuidados nas estradas por causa da ocorrência de neblina, principalmente nos trechos de serra. O efeito é causado pelo excesso de umidade no ar e a temperatura amena, provocados pelas chuvas dos últimos dias.

Nas Rodovias Oswaldo Cruz (que interliga as cidades de Taubaté e Ubatuba) e Mogi-Bertioga, a visibilidade é praticamente zero à noite. Na Tamoios, que liga São José dos Campos a Caraguatatuba, pode chegar a menos de 10 metros em alguns trechos. Ontem de manhã, a Ecovias, concessionária responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, teve de instalar operação comboio por causa do nevoeiro forte.

Mesmo com o tempo fechado, as prefeituras de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, no litoral norte, estimam que cerca de 500 mil turistas devam passar os feriados na região. Segundo a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), 183 mil veículos devem passar pela Tamoios no feriado prolongado. O número é 6% maior se comparado com o feriado do ano passado. Segundo a Ecovias, a Baixada Santista deverá receber entre 250 mil e 365 mil veículos. Alguns hotéis de Santos já estão com 100% dos quartos reservados.

O sistema de travessias por balsa da Dersa também deve ser reforçado. A companhia calcula que neste feriado 212 mil veículos devem usar as embarcações. A maior parte da demanda (167 mil carros) será na Santos-Guarujá. A Dersa lembra que é possível marcar hora de travessia pelo site www.dersa.com.br.

Segurança. Para garantir a segurança nas estradas do litoral e interior de São Paulo, a Polícia Militar Rodoviária terá 1,6 mil policiais em 700 viaturas na fiscalização durante os feriados. A operação começa hoje, às 14 horas, e termina na meia-noite de segunda-feira.

A velocidade nas rodovias será aferida por 61 radares móveis inteligentes (que podem ser utilizados com a viatura em movimento), 125 radares portáteis e 93 fixos e sistemas integrados às câmeras de monitoramento. Os radares móveis são equipados com sistemas que leem automaticamente as placas dos carros. O levantamento da situação do veículo é feito instantaneamente, permitindo a abordagem de carros em situação irregular.

Além disso, os policiais terão 349 bafômetros. A Polícia Militar alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40, terá o veículo apreendido e a carteira de habilitação retida por um prazo de 12 meses. O condutor ainda vai responder criminalmente. / REGINALDO PUPO e ZULEIDE DE BARROS, ESPECIAIS PARA O ESTADO, e JOSÉ MARIA TOMAZELA

  • Tags: