1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Estado e capital registram temperaturas mais baixas do ano

Rafael Italiani - O Estado de S. Paulo

03 Junho 2014 | 10h 35

Parelheiros, no extremo sul da cidade, teve mínima de 5,1 ºC durante a madrugada, segundo o CGE; em Barra do Turvo termômetros marcaram 1,9 ºC

SÃO PAULO - Entre a madrugada e a manhã desta terça-feira, 3, a capital e o Estado registraram as temperaturas mais baixas do ano, de acordo com Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) da Prefeitura e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Dois bairros da zona sul de São Paulo bateram o recorde do ano: 5,1 ºC em Parelheiros e 5,6º C na Capela do Socorro, de acordo com o CGE. Até então, a temperatura mais gelada do ano foi a do dia 30 de maio, também na Capela do Socorro, quando o órgão registrou 7,2 ºC.

"É uma região que está próxima da serra e tem muito mato. O ar frio se deposita no pé da montanha porque é mais pesado e, consequentemente fica mais frio. Essas regiões, portanto, tendem a ser mais frias", afirmou o técnico em meteorologia do CGE Adilson Nazário. A média na cidade ficou em 8,4 ºC, abaixo da que foi constatada pelo CGE na última sexta-feira (11 ºC). De acordo com o CGE, o tempo deve permanecer frio e seco em São Paulo ao longo do dia: a máxima será de 18 ºC. No final da tarde a temperatura deve cair novamente. Amanhã são esperadas temperaturas entre 10 ºC e 21 ºC.

Nelson Antoine/Fotoarena
Ciclista enfrenta frio intenso na Praça Ramos de Azevedo, região central de São Paulo. A temperatura máxima prevista para esta terça-feira, 3, é de 19ºC e a mínima, de 8ºC

A cidade de Barra do Turvo, na região do Vale do Ribeira, foi que a registrou a temperatura mais baixa do Estado, segundo o Inmet, com 1,9 ºC. O recorde deste ano até então era de 3,4 ºC, em Campos do Jordão, no última dia 29 de abril. O Inmet afirma ainda que na próxima madrugada pode gear em algumas cidades do Vale do Ribeira, como Apiaí e municípios localizados na Serra da Mantiqueira.