Empresário é baleado ao lado de hospital e morre na zona norte de SP

Vítima bateu o carro contra um muro e ainda foi atendida por funcionários do pronto-socorro

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

02 Dezembro 2011 | 03h56

SÃO PAULO - O empresário Pedro Alberto Pereira, de 46 anos, que atuava no ramo de entregas por motoboys, foi morto, às 23h45 de quinta-feira, 1, numa suposta tentativa de assalto no semáforo localizado na esquina da Rua Voluntários da Pátria com a Rua Santa Eulália, ao lado do pronto-socorro de Santana, na zona norte de São Paulo.

 

Ocupando um veículo Audi modelo A-3 preto, o empresário parou junto ao semáforo e foi abordado por um homem armado. Alguns travestis, testemunhas do assalto, disseram aos policiais militares que para lá de deslocaram que o motorista se assustou com o criminoso.

 

Temendo uma eventual reação da vítima, o bandido resolveu atirar. Atingido no peito, o empresário ainda conseguiu conduzir o carro até a entrada do hospital, mas bateu o Audi contra um muro. Pedro Alberto foi rapidamente atendido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

O criminoso fugiu sem roubar nada. O caso foi registrado no 13º Distrito Policial, da Casa Verde. Pedro Alberto Pereira era separado, deixa um filho, de 26 anos, e um neto, de 4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.