Empresário do setor de andaimes é executado na zona sul do Rio

O empresário Rogério de Souza Werneck da Silva, de 52 anos, dono da Jirau Andaimes, uma das principais empresas do setor, foi morto anteontem à noite com seis tiros quando chegava a seu prédio, na Lagoa, zona sul do Rio. A polícia acredita que uma vingança seja o motivo do crime.

Pedro Dantas do Rio, O Estado de S.Paulo

15 Abril 2010 | 00h00

Há um ano, a vítima tinha registrado queixa de ameaças que estaria sofrendo por parte de quatro funcionários demitidos por justa causa. Os ex-empregados serão chamados para depor.

O circuito de segurança do prédio registrou o crime. As imagens mostram que o empresário chegou ao prédio, na Avenida Borges de Medeiros, por volta das 18h30. No local, havia um homem de capacete em uma moto.

Armado com uma pistola, o assassino desceu da moto, atirou contra a vítima e fugiu. Nada foi roubado. Werneck foi levado até o Hospital Miguel Couto, onde morreu. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.