Em Viracopos, obra de terminal para a Copa é retomada

Ministério libera parte dos serviços, parados após morte de operário, no dia 22; valor da multa está sendo calculado

RICARDO BRANDT / CAMPINAS, O Estado de S.Paulo

28 Março 2013 | 01h59

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) liberou parte das obras do novo terminal do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo. Os serviços foram paralisados depois que um funcionário morreu soterrado no dia 22.

Ontem, os trabalhos foram parcialmente retomados nas áreas de superfície. Segundo a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, obras como terraplanagem, montagem de canteiro de obras e serviços que não envolvem a área onde houve o acidente voltaram a funcionar.

O número de autos de infração emitidos pode passar de 40, segundo o auditor João Amâncio, do MTE. Pontos da obra, como içamentos e escavação, estão embargados desde o dia do acidente. O valor total da multas ainda não foi calculado.

Segundo a Aeroportos Brasil, ontem começaram a ser tomadas as medidas de adequação indicadas pelos fiscais do MTE para que o restante da obra seja desembargado.

Projeto para a Copa. O novo terminal campinense, que vai elevar a capacidade de Viracopos de 8 milhões de passageiros por ano para 14 milhões, precisa ficar pronto até julho de 2014 para a Copa do Mundo. O novo prédio terá 28 pontes de embarque, edifício-garagem com 4 mil vagas, novas pistas de taxiamento e um novo pátio para aeronaves. O investimento é de R$ 2 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.