1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Em queda pelo sexto dia seguido, nível do Cantareira chega a 12%

O Estado de S. Paulo

12 Abril 2014 | 12h 21

Quantidade de chuvas em abril também foi abaixo do previsto; na mesma data em 2013, índice era de 63,1%

O nível de água dos reservatórios do sistema Cantareira, que abastece cerca de nove milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo, registrou queda pelo sexto dia consecutivo e atingiu 12% de sua capacidade neste sábado, 12. No dia anterior, o índice era de 12,2%, segundo o sistema de acompanhamento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Na mesma data do ano passado, o nível dos reservatórios do sistema Cantareira estava em 63,1%. Assim como foi o verão o outono começou seco. A precipitação acumulada no mês é de 21,2 milímetros, o que corresponde a 23,7% do total de chuvas previstas para abril.

No Sistema Alto Tietê, que abastece a zona leste e alguns municípios da Grande São Paulo, o índice é de 35,6% de volume armazenado. Em 2013, na mesma data, o volume era de 65,2%, de acordo com os registros da Sabesp.

Já a represa de Guarapiranga, que fornece água para a zona sul, tem 77% da sua capacidade - 7,7% a menos do que tinha na mesma época do ano passado. Embora seja considerada pelo governo do Estado como alternativa para abastecimento da região metropolitana, a represa enfrenta um problema de concentração de algas, que prejudica sua produção de água, como mostrou o Estado nessa sexta-feira, 11.