Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Edinho, filho de Pelé, é transferido para presídio de Tremembé

Condenado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro do tráfico, ex-goleiro estava desde a sexta na cadeia do 5º DP de Santos

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para o Estado

27 Julho 2017 | 09h54

SANTOS - O ex-goleiro do Santos Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, filho de Pelé, condenado a pena de 12 anos, dez meses e 15 dias de reclusão, em regime fechado, por crime de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, foi transferido nesta terça-feira, 25, para a Penitenciária Doutor José Augusto César Salgado, em Tremembé, na região do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo.

Edinho estava preso desde a sexta-feira, 21, na cadeia anexa ao 5º Distrito Policial de Santos, no litoral sul paulista, após a 14ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) rejeitar por unanimidade embargos oferecidos por sua defesa no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O advogado Eugênio Malavasi, que defende o réu, aguarda decisões no STJ e também do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre novos recursos apresentados e sustenta que houve violação da proporcionalidade na aplicação da pena.

"No processo desmembrado, os corréus foram condenados e penas bem menores que a do Edinho", afirmou o advogado.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.