''É que nunca recebemos ninguém aqui''

Depoimento

Gabriela Moreira, O Estado de S.Paulo

09 Abril 2010 | 00h00

Quando atendeu o telefone, Nilson Rodrigues de Araújo, líder comunitário do Morro do Bananal, na Tijuca, zona norte do Rio, foi prestativo e mostrou-se ansioso com a visita que pretendíamos marcar. Em minutos, retornou a ligação, dizendo que todos estavam esperando pela equipe e pedindo para que fôssemos rápido. Quando perguntou a cor do carro, começamos a perceber que havia algum engano. "Vocês vêm com aquele carro vermelho?", indagou.

Quando soube que a cor do carro era grafite, estranhou. "Mas não é da Defesa Civil?", rebateu Araújo. Ao perceber que o telefonema vinha de uma redação, e não da prefeitura, Nilson mostrou-se decepcionado. "É que nunca recebemos ninguém aqui. A Defesa Civil nunca veio. A prefeitura só veio uma vez. Nem repórter aparece por aqui", contou mais tarde, quando a equipe do Estado já estava na favela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.