Delegado é morto a tiros durante assalto na Grande São Paulo

Josimar Ferreira de Oliveira foi atingido no rosto, em Itapecerica da Serra, após criminosos descobrirem que ele era policial civil

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

16 Janeiro 2015 | 08h06

SÃO PAULO - O delegado Josimar Ferreira de Oliveira, de 52 anos, foi morto a tiros durante um assalto à sua casa, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, na noite desta quinta-feira, 15. A mulher dele também foi agredida pelos criminosos e dois suspeitos estão foragidos.

O crime aconteceu na Rua Lapa, no Parque Yara Cecy, onde o delegado estava com a mulher. Por volta das 22h30, dois suspeitos invadiram a casa em que o casal morava. Segundo informa a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a dupla estava armada com revólveres.

A mulher de Oliveira foi a primeira a ser abordada pelos bandidos, ainda no quintal da casa. De acordo com a SSP, ela foi agredida pelos assaltantes com uma coronhada na cabeça. O delegado, então, teria percebido uma movimentação estranha e foi até a área externa da residência para verificar.

Quando os criminosos descobriram que Oliveira era policial civil, dispararam contra o delegado, que foi atingido com dois tiros no rosto. A vítima ainda teria lutado com um dos assaltantes, antes de ser baleada.

Os criminosos fugiram logo após efetuarem os disparos. O delegado chegou a ser levado para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra, mas não resistiu aos ferimentos. O caso será investigado em inquérito policial pela delegacia da cidade. Oliveira era delegado assistente do 1º Distrito Policial do município.

Mais conteúdo sobre:
Violência Polícia Civil São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.