Deic ganhará delegacias e mudará de nome

O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) terá novas delegacias e até mudará de nome. Volta a ser o Departamento Estadual de Investigações Criminais. As mudanças estão publicadas no Diário Oficial do Estado de hoje.

MARCELO GODOY , WILLIAM CARDOSO, O Estado de S.Paulo

02 Dezembro 2011 | 03h02

Entre as mudanças está a criação de uma delegacia específica para investigar facções criminosas e lavagem de dinheiro. A função ficará a cargo daquela que será a 6.ª Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio. Será responsável, por exemplo, por apurar a participação do Primeiro Comando da Capital (PCC) em atividades de fachada no Estado.

Outra novidade será a transformação da Delegacia de Crimes Eletrônicos em Delegacia de Crimes Financeiros por Meio Eletrônico. Ela ficará responsável, por exemplo, por investigar golpistas que abusam da boa-fé da população com promessas enganosas na internet.

O objetivo das mudanças será o de ampliar as áreas de atuação do departamento, dando mobilidade para que os policiais investiguem novas modalidades criminosas. É a segunda grande alteração na estrutura das delegacias especializadas em 15 dias. A primeira envolveu a criação das delegacias de combate à pedofilia, contra sequestros relâmpagos e contra o tráfico de pessoas no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.