Defesa dos Nardonis vai entrar com recurso e pedir novo júri mais uma vez

Antes, os condenados a 20 anos de prisão ou mais podiam entrar com o pedido de anulação automaticamente

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

07 Abril 2010 | 12h55

Depois que o juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Santana, Maurício Fossen, negou nesta terça-feira, 6,  um novo julgamento ao casal Nardoni, condenado pela morte da menina Isabella, o advogado Roberto Podval confirmou na manhã desta quarta-feira, 7, que vai entrar com recurso por um novo júri no Tribunal de Justiça de São Paulo.

 

O advogado informou que vai recorrer da decisão do magistrado assim que for informado oficialmente do despacho. Fossen, no entanto, aceitou o recurso de apelação da defesa para recorrer a instâncias superiores.

 

O pedido de anulação do júri foi feito por causa da mudança do Código Penal, aprovada há pouco mais de um ano. Antes, os condenados a 20 anos de prisão ou mais podiam entrar com o pedido automaticamente.

 

Alexandre e Anna Jatobá foram condenados a 31 anos, 1 mês e 10 dias, e a 26 anos e 8 meses de prisão, respectivamente, pela morte da menina, ocorrida em 29 de março de 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.