De R$ 74,8 mi recebidos, 3% foram usados

De R$ 74,8 mi recebidos, 3% foram usados

PARA LEMBRAR

, O Estadao de S.Paulo

01 Abril 2010 | 00h00

Apesar de ter atraído investimentos imobiliários milionários como o Shopping Bourbon e o complexo residencial Casa das Caldeiras, ambos com impacto no trânsito da região, a área do eixo Pompeia-Perdizes-Lapa não recebeu obras de infraestrutura de contrapartida, como previa a Operação Urbana Água Branca, criada em 1995.

Os grupos empresariais repassaram ao governo municipal R$ 74,8 milhões para construir, nesses bairros, imóveis com áreas superiores às permitidas pela lei de zoneamento, mas só 3% (R$ 2,5 milhões) foram gastos. As associações de bairros reclamam de intervenções que nunca saíram do papel, como a criação de áreas verdes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.