Corpo de Bombeiros
Corpo de Bombeiros

'Cuidem dela', pede mãe ao abandonar recém-nascida em Penápolis

Menina foi encontrada dentro de uma mochila em um terreno baldio; junto ao bebê, havia um bilhete deixado pela suposta mãe

Jose Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2017 | 17h23

SOROCABA - Uma menina recém-nascida foi achada dentro de uma mochila, na manhã desta segunda-feira (11), num terreno baldio, em Penápolis, no interior de São Paulo. Junto com o bebê, havia um bilhete escrito à mão em que a suposta mãe pedia a quem encontrasse a menina que cuidasse bem dela. A criança, que foi enrolada num cobertor, antes de ser colocada na sacola, ainda estava com o cordão umbilical. Uma mulher que passava pelo local, uma rua do bairro Pinheirinho, ouviu o choro vindo do terreno e socorreu a criança.

Ao retirar o bebê da mochila, ela encontrou o manuscrito que dizia: "Olá, queria que vocês cuidassem da minha filha, pois não tenho condições de cuidar dela, pois não tenho família e nem uma casa. Ela se chama Yasmim, por favor cuide bem dela." A mulher entrou em contato com o serviço de resgate e uma equipe do Corpo de Bombeiros prestou os primeiros socorros à criança. O bebê foi levado para a Santa Casa da cidade e permanecia internado, à tarde, na Unidade Pediátrica, em bom estado de saúde.

De acordo com os médicos, a menina nasceu normal, com 39 semanas, pesando 2,3 quilos e medindo 44 centímetros. O parto aconteceu entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda. Investigadores da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) ouviram testemunhas e tentavam localizar a mãe da criança. Ela poderá responder a processo por abandono do incapaz. Acionado, o Conselho Tutelar acompanha as providências. Caso a família não seja encontrada, o destino do bebê será decidido pelo Juízo da Infância e da Juventude.

Mais conteúdo sobre:
Crime Bebê Abandonado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.