Criança leva pedras de crack para creche no interior de São Paulo

Menina de 4 anos tirou 83 pedras da mochila, dizendo que era 'farinha' de sua mãe

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

04 Maio 2010 | 14h04

SÃO PAULO - Uma menina de 4 anos levou para a creche em Piracicaba, no interior de São Paulo, pouco mais de 80 pedras de crack. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, na segunda-feira, 3, a menina tirou 83 pedras de crack da mochila para mostrar para as coleguinhas de uma creche municipal, dizendo que era "farinha" da sua mãe. A professora recolheu as pedras, que foi levada para a delegacia. Segundo a polícia, as pedras totalizavam 24,1 gramas.

A mãe da menina, uma faxineira de 22 anos, foi localizada e conduzida até a sede da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e foi autuada em flagrante por tráfico de entorpecentes. Enquanto o flagrante era elaborado, um telefonema da escola informava que dois homens chegaram num carro e começaram a coagir professores e funcionários com gritos e ameaças.

Os guardas civis voltaram à escola e abordaram o carro, que estava estacionado nas imediações, com dois ocupantes. Os dois suspeitos saíram correndo do carro, mas um pedreiro de 48 anos acabou detido e autuado em flagrante por coação no curso do processo (por ter gritado e ameaçado as testemunhas).

A criança foi entregue ao Conselho Tutelar do município. O pedreiro foi levado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba e a faxineira está numa carceragem pública, à disposição da Justiça.

Mais conteúdo sobre:
Piracicaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.