Criança de 5 anos morre ao pegar arma de PM e disparar acidentalmente, diz polícia

A arma estaria escondida no guarda-roupa quando o menino a encontrou

09 Junho 2013 | 23h09

Um menino de 5 anos morreu depois de pegar a arma do padrasto, que é policial militar, e atirar acidentalmente contra o rosto. O casos aconteceu na tarde de sábado, dia 8, em um sítio na região de Ponte Alta, zona sul de São Paulo. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a pistola havia sido escondida pelo policial em um maleiro do guarda-roupa de um quarto. A família estaria do lado de fora da casa quando o menino Jorge Otavio Moreira Tarata pegou a arma. Depois de ouvir um barulho, um jovem de 15 anos surgiu carregando a criança ferida. 

Jorge Otavio foi socorrido ao Pronto Socorro de Parelheiros, na zona sul, mas não resistiu. O caso será investigado pelo 25.º Distrito Policial. A Polícia Militar não se manifestou sobre o episódio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.