Cresce registro de assaltos às farmácias em SP; zona oeste é líder, com 41 casos

Cresce registro de assaltos às farmácias em SP; zona oeste é líder, com 41 casos

Nos dois primeiros meses deste ano, foram 102 casos de roubos às farmácias e drogarias de São Paulo. A maioria na zona oeste, que registra 41 casos. "Neste ano, em relação a 2009, aumentaram as queixas. Quem não fecha as portas coloca seguranças, verdadeiros armários", diz Juan Vasconcellos Becera, diretor executivo do Sindicato do Comércio Varejista. Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública, o número de roubos em geral na capital, sem contar veículos, bancos e cargas, subiu 18,26% no quarto trimestre de 2009, em comparação com igual período de 2008.

, O Estadao de S.Paulo

05 Abril 2010 | 00h00

A PM orienta donos de farmácias a fazer boletim de ocorrência, para o direcionamento da atividade policial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.