1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Corcovado terá mecânico em trens

Thaise Constancio - O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2014 | 02h 07

Empresa deve melhorar assistência a passageiro

Turistas têm sofrido para visitar o Corcovado, uma das principais atrações do Rio. As queixas vão desde falta de infraestrutura até o tempo de espera, que ontem ultrapassava duas horas. Na alta temporada, o local recebe mais de 10 mil visitantes por dia.

Na segunda-feira, a Secretaria de Estado de Turismo assinou termo de compromisso com a empresa Trem do Corcovado para tentar melhorar o atendimento. Entre os itens do acordo, estão a instalação de kits de emergência nos vagões e a obrigação de que um mecânico acompanhe as viagens para solucionar problemas técnicos como o de sexta, quando 120 turistas ficaram 40 minutos presos no trem. A Trem do Corcovado também terá de aumentar a venda antecipada de ingressos e oferecer assistência aos passageiros.

O subsecretário de Estado de Turismo, Cláudio Magnavita, afirmou que as medidas ajudarão a minimizar o desconforto. "Trabalharemos em esquema de emergência enquanto os novos trens não chegam. Durante a Copa e a Olimpíada teremos os mesmos problemas, que são causados pela morosidade na renovação da frota."

Quem optou pelas vans credenciadas pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) também precisou ser paciente. No Complexo das Paineiras, onde é feito o embarque e desembarque, a fila era enorme.

A paulista Vanda Lúcia Jorge estava com outros cinco adultos e o neto de 1 ano e 2 meses. Depois de duas horas de fila, ela ainda teria de esperar mais meia hora para embarcar. "Pelo preço que pagamos (R$ 50) deveria ser mais organizado", disse.

A Setur informou que a Estrada das Paineiras será fechada para veículos até 9 de março. Ontem, porém, havia carros estacionados na estrada, dificultando a passagem de veículos.

  • Tags: