1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Copa deve aumentar movimento nas rodovias de São Paulo

O Estado de S. Paulo

17 Junho 2014 | 22h 58

Motoristas vão enfrentar tráfego pesado a partir da tarde na saída de Corpus Christi

Os motoristas que vão deixar a capital rumo ao litoral e interior enfrentarão trânsito pesado a partir da tarde desta quarta-feira, 18, e da manhã desta quinta-feira. Ao feriado prolongado de Corpus Christi soma-se ainda a Copa do Mundo no Brasil, o que promete intensificar o movimento nas estradas paulistas. 

Para garantir a fluidez do tráfego e proporcionar mais segurança, o 1.º Batalhão de Polícia Rodoviária reforçou a prevenção nas rodovias da Baixada Santista, do litoral sul e do litoral norte. “Lembramos que já estamos executando simultaneamente as Operações Copa e Safra, obtendo até agora bons resultados”, afirmou o capitão Gustavo Magnani.

Aos motoristas que vão para o litoral - só pelo Sistema Anchieta-Imigrantes são esperados entre 160 mil e 270 mil veículos -, a Polícia Rodoviária dá as condições de segurança do veículo, bem como o estado dos pneus; respeitar a velocidade máxima das vias; usar cinto de segurança; e ficar atento às condições climáticas. 

A Ecovias começa a contagem de veículos na Via Anchieta e Rodovia dos Imigrantes a partir da meia-noite desta quarta. A estimativa é de que o movimento já aumente a partir das 10h. Nesta quinta-feira, será implementada a Operação Descida (7x3), com sete faixas para a Baixada e apenas três para a capital. A Operação Subida será acionada no domingo, a partir das 10 horas, com oito pistas em direção a São Paulo.

No litoral norte, o Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), que administra a Nova Tamoios, prevê movimento hoje e recomenda a volta antes das 9h de domingo. Na Serra da Mantiqueira, são esperados 90 mil veículos na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiros, administrada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). No sentido Campos do Jordão, o fluxo será grande a partir de meio-dia. É recomendada a volta antes do meio-dia de domingo. A neblina exige cuidado.

Interior. A possível formação de neblina nas estradas vai exigir mais cuidado também para quem viaja para o interior. O fenômeno acontece principalmente nas primeiras horas da manhã. Na Rodovia Castelo Branco, o trecho crítico fica na região de São Roque, entre o km 40 e o km 58. Os motoristas devem reduzir a velocidade e usar farol baixo. Na Rodovia Raposo Tavares, a neblina densa acontece entre os km 48 e 62.

Na Rodovia Régis Bittencourt, pode haver neblina na Serra do Cafezal, entre Juquitiba e Miracatu. Como o trecho tem pista simples, pode ser adotado o sistema de faixa reversível na descida para Curitiba. 

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, são esperados 840 mil veículos. Para evitar problemas, caminhões não poderão trafegar na quinta-feira das 14h às 22h na Rodovia dos Bandeirantes, sentido capital, e terão de usar a Anhanguera entre os km 48 e 23.

Na Rodovia D. Pedro I, que liga o interior ao litoral norte, Campos de Jordão e Rio, são esperados 613 mil veículos. Na rodovia que liga Campinas ao Circuito das Águas e Sul de Minas, a previsão é de 116 mil veículos.

Pela Via Dutra deverão circular cerca de 265 mil veículos, segundo a CCR Nova Dutra. O horário de pico previsto para o retorno é das 16h às 20h de domingo. / JOSÉ MARIA TOMAZELA, RICARDO BRANDT, REGINALDO PUPO e ZULEIDE DE BARROS, ESPECIAIS PARA O ESTADO

  • Tags: