Confronto entre PMs deixa 1 morto e 1 ferido em Guarulhos, na Grande SP

PM morto estava à paisana e receberia dinheiro de traficantes para não importuná-los mais

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

03 Julho 2012 | 06h44

SÃO PAULO - Um soldado da Força Tática do 29º Batalhão da Polícia Militar foi baleado na cabeça e outro policial militar, identificado como Gilmar Martins dos Santos, morreu, por volta da 1h30 desta madrugada de terça-feira, 3, em um confronto entre integrantes da mesma corporação próximo ao trevo de Cumbica da Rodovia Ayrton Senna, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Tudo começou quando uma viatura da PM, com o tenente Luan Pereira, abordou um carro com placa do Paraná, ocupado por dois homens, na Avenida Recife, em Guarulhos.

Com a dupla, os policiais encontraram cerca de R$ 1 mil, que, segundo Gelson Freire de Oliveira e Ricardo Mariano Miranda, iriam ser entregues para dois policiais militares que ameaçavam prendê-los. Gelson e Ricardo disseram que aquele dinheiro era para pagar propina pois foram flagrados com drogas.

Os PMs  pediram reforço de outra viatura, do sargento Sérgio Simões, e entraram no carro dos homens. Eles foram ao local combinado para o pagamento, na região da Rodovia Ayrton Senna.

No local, abordaram os dois policiais acusados de corrupção, identificados como Gilmar Martins dos Santos e Anderson Roberto dos Santos. Com a abordagem, houve troca de tiros.

Um dos policiais fardados, um soldado, foi baleado na cabeça e foi internado em estado grave. O policial à paisana que iria receber o dinheiro da propina morreu. Anderson Roberto foi preso.

O caso foi registrado no 4º Distrito Policial de Guarulhos pelo delegado João Batista Pires e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.