Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Confira como foi o primeiro dia de desfiles do carnaval de São Paulo 2018

Tatuapé foi o grande destaque desta sexta-feira, em que outras 6 escolas também se apresentaram

O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2018 | 09h48

SÃO PAULO - Sete escolas abriram a primeira noite de desfiles do carnaval de São Paulo 2018. O samba e fantasias de caveiras foram alguns dos temas predominantes. Nenhuma das escolas estourou os 65 minutos de desfile.

Confira a seguir como foi o desfile de cada uma delas:

INDEPENDENTE TRICOLOR

Estreante no Grupo Especial do carnaval paulistano, a Independente levou cenas de filme de terror para o Sambódromo do Anhembi, mas acabou se tornando vítima do próprio enredo assombroso logo na abertura do desfile, o primeiro desta sexta-feira, 9. O carro alegórico que acompanhava a comissão de frente da escola quebrou e teve de ser rebocado. 

 

UNIDOS DO PERUCHE

Com um enredo em homenagem a um cantor que é consenso no mundo do samba, a Unidos do Peruche cantou para Martinho da Vila e fez um desfile cheio de criatividade e animado, no Sambódromo do Anhembi, na madrugada deste sábado, 10. Desfile no Sambódromo do Anhembi contou com famosos na avenida e na plateia, como Leci Brandão, Mart'nália e Gilberto Gil.

 

ACADÊMICOS DO TUCURUVI

Pouco mais de um mês depois de um incêndio atingir o barracão da escola e destruir 90% das fantasias, a Acadêmicos do Tucuruvi fez um desfile que superou as expectativas e levantou o público no Sambódromo do Anhembi na madrugada deste sábado, 10. Escola entrou na avenida com muito brilho em enormes carros alegóricos sob o tema 'Uma noite no Museu'; galpão da agremiação foi atingido por um incêndio há pouco mais de um mês.

 

MANCHA VERDE

A escola de samba da mais famosa torcida palmeirense cantou para homenagear o grupo Fundo de Quintal no desfile deste sábado, 10, no Sambódromo do Anhembi. A Mancha Verde contou com a ajuda da arquibancada, que não desanimou mesmo com o enredo criativo, mas um tanto complicado, trazido pela escola. Quarta escola a entrar na avenida, agremiação trouxe um samba-enredo criativo, mas um tanto complicado; grupo musical entrou no último carro alegórico.

 

ACADÊMICOS DO TATUAPÉ

Atual campeã do carnaval paulistano, a Acadêmicos do Tatuapé levou carros colossais e fantasias ricas em detalhes para a avenida e deixou o sambódromo, na madrugada deste sábado, 10, como forte candidata ao bicampeonato. Escola arriscou uma batida reggae, estilo musical que nasceu na Jamaica e é muito ouvido pelos maranhenses.

ROSAS DE OURO

Rosas de Ouro, a escola da musa Ellen Roche, foi a penúltima escola a pisar no sambódromo do Anhembi na madrugada deste sábado, 10, e, com um samba-enredo de refrão fácil, prestou uma homenagem aos caminhoneiros do País. Alas trouxeram referências a São Cristóvão e Nossa Senhora Aparecida, santos da Igreja Católica associados à fé dos motoristas de caminhão.

 

TOM MAIOR

Última escola a entrar na avenida na primeira noite de desfiles, a Tom Maior levou para o Anhembi o samba-enredo sobre a Imperatriz Maria Leopoldina e prestou uma homenagem à escola carioca Imperatriz Leopoldinense. Escola trouxe consigo o sol ao encerrar o desfile às 7h deste sábado já para uma arquibancada esvaziada no sambódromo do Anhembi.

 

Confira os principais momentos deste primeiro dia de carnaval de SP:

Neste sábado, a X-9 Paulistana desfile às 22h30 no sambódromo do Anhembi. Em seguida desfilam: Império de Casa Verde, Mocidade Alegre, Vai-Vai, Gaviões da Fiel, Dragões da Real e Vila Maria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.