Comerciante é baleado no Shopping Santa Cruz

Vítima voltava ao estacionamento depois de passar no caixa eletrônico quando foi abordada por 2 bandidos

Marcela Spinosa, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2010 | 00h00

O comerciante Marcelo Sobral Bonani, de 29 anos, foi baleado ontem no estacionamento do Shopping Metrô Santa Cruz, na Vila Clementino, zona sul de São Paulo, após reagir a uma tentativa de assalto. A vítima ia sair do local quando foi abordada por dois criminosos que queriam roubar seu carro. Atingido no tórax por um tiro, ele está internado no Hospital São Paulo em estado grave.

Bonani chegou ao shopping por volta do meio-dia. Segundo a polícia, ele foi verificar seu extrato bancário em um caixa eletrônico, pois viajaria hoje para a Alemanha. Às 12h45, seguiu para o estacionamento. Seu carro, um Peugeot 206 prata, estava estacionado no segundo andar. Quando ele se preparava para entrar no veículo, foi abordado pelos criminosos.

Violência. Armados, os bandidos ordenaram que Bonani entregasse o carro. O comerciante se negou e, de acordo com a polícia, tentou arrancar a arma de um dos criminosos. Nesse instante, um tiro foi disparado e acertou seu tórax. A polícia disse acreditar que o comparsa foi o autor do disparo e que a dupla pode ter seguido a vítima desde o instante em que chegou ao shopping.

Além de Bonani, um Fiat Palio vermelho, estacionado ao lado do carro dele, também foi atingido e apresentava marcas de bala na carroceria. Uma bolsa preta teria sido levada pela dupla.

A polícia deve pedir imagens do circuito interno de segurança do shopping para ajudar nas investigações. Procurada, a família da vítima não quis se pronunciar. Em nota, o shopping disse que "está empenhado em contribuir de todas as formas para a apuração dos fatos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.