Tiago Silva/Estadão
Tiago Silva/Estadão

Cobrador morre ao ser atingido por raio na zona leste

Na mesma região, uma pessoa desapareceu após cair em um córrego em Sapopemba

Fabiana Cambricoli, O Estado de S. Paulo

17 Janeiro 2014 | 22h07

SÃO PAULO - O cobrador Claudinei de Jesus Marques morreu nesta sexta-feira, 17, após ser atingido por um raio na garagem da empresa de ônibus Consórcio Plus, em Artur Alvim, na zona leste de São Paulo, durante uma forte chuva que atingiu a Capital no período da tarde. Na mesma região, uma pessoa desapareceu após cair em um córrego em Sapopemba. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas não encontrou a vítima. As buscas serão retomadas neste sábado.

Segundo um funcionário da Consórcio Plus, o cobrador já havia iniciado sua jornada de trabalho, mas, por volta das 14h30, passou na garagem da empresa, na Avenida Águia de Haia, para trocar de veículo. O cobrador estaria segurando uma placa metálica ao ser atingido pela descarga elétrica.Marques foi socorrido e levado ao Hospital Professor Alípio Correa Netto, em Ermelino Matarazzo, mas já chegou morto à unidade, segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde.

Dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que o número de raios que atingiram a cidade de São Paulo nos 17 primeiros dias de janeiro já é o triplo do registrado em todo o mês de janeiro de 2013. Foram 4.794 raios neste ano contra 1.368 no primeiro mês do ano passado. Na média, São Paulo registrou neste ano um raio a cada cinco minutos.

Na última segunda-feira, 13, uma mulher foi atingida por um raio quando estava na Praia da Enseada, no Guarujá, litoral de São Paulo. Rosângela Biavati, de 36 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Um fotógrafo que acompanhava o movimento dos banhistas registrou o momento.

Desaparecido. Na região de Sapopemba, uma pessoa desapareceu após ser vista boiando no córrego que passa pela Avenida Aguiar da Beira. Os bombeiros foram chamados às 15h12, mas quando chegaram ao local, o corpo havia desaparecido. O Corpo de Bombeiros não soube informar de que forma a vítima caiu no córrego.

Mais conteúdo sobre:
raio São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.