1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Clínica em Sorocaba que teve paciente agredido é interditada

José Maria Tomazela - O Estado de S. Paulo

01 Setembro 2014 | 18h 25

Funcionários foram flagrados por morador espancando um dependente químico; local não possuía alvará de funcionamento

SOROCABA - A clínica para dependentes químicos que teve funcionários flagrados agredindo violentamente um paciente foi interditada nesta segunda-feira, 1º, pela Vigilância Sanitária de Sorocaba. O local, que tinha pelo menos 30 pacientes internados, não possuía alvará de funcionamento. Quando a fiscalização chegou, os dependentes já não estavam no local. O advogado da clínica alegou que eles foram liberados para suas famílias.

Um vídeo apresentado à Polícia Civil na última sexta-feira, 29 mostra três homens perseguindo e derrubando o paciente no meio da rua, em pleno dia, na área central da cidade. A vítima chora e pede socorro, enquanto é agredida com socos e pontapés. Em seguida, é colocada à força em um veículo. Uma pessoa gravou toda a cena da janela de um prédio.

Os policiais identificaram a clínica pela placa do veículo. A vítima, um vigilante de 34 anos afastado do trabalho em razão da dependência de drogas, passou por exames de corpo de delito. Após o caso vir à tona, outro dependente denunciou à polícia agressões sofridas na clínica. À polícia, o proprietário negou a violência e disse que as cenas flagradas pela câmera eram um fato isolado e que os autores tinham sido demitidos.