Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Bandido rouba joalheria no shopping Iguatemi e atira em vitrine para fugir

São Paulo

DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Bandido rouba joalheria no shopping Iguatemi e atira em vitrine para fugir

Criminoso disparou contra vidro de loja esportiva para escapar pela rua lateral do shopping, no bairro Jardim Europa, zona oeste de São Paulo; ninguém foi preso e não houve feridos

0

Fabio Leite e Alexandre Hisayasu,
O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2016 | 14h19

SÃO PAULO - Um bandido armado com uma pistola invadiu o shopping Iguatemi, na zona oeste de São Paulo, roubou uma joalheria e atirou contra a vitrine de uma loja de artigos esportivos para fugir. O crime ocorreu no início da tarde desta quinta-feira, 4, e levou pânico a lojistas e clientes do luxuoso centro de compras. Não houve feridos e ninguém foi preso. O shopping funcionou normalmente após a ação.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 15º Distrito Policial (Itaim Bibi), um homem vestindo um jaleco branco de médico entrou na joalheria Amsterdam Sauer, que fica no piso térreo do shopping, procurando por uma funcionária. Quando ela apareceu, o bandido anunciou o assalto, exigindo que ela e uma colega entrassem na sala cofre da loja e enchessem uma sacola branca de joias e pedras preciosas.  

Durante a ação, que teve início por volta das 12h30, o criminoso usou um aparelho bluetooth para conversar pelo celular com outro indivíduo que possivelmente lhe dava cobertura fora do shopping.  Quando o telefone da loja começou a tocar com frequência, o bandido deixou o local e seguiu em direção a loja de artigos esportivos Bayard, onde atirou contra uma vitrine para fugir pela Rua Angelina Maffei Vita, no bairro Jardim Europa.

De acordo com o boletim de ocorrência, apenas um tiro foi disparado. De acordo com relatos de lojistas, foram mais de cinco disparos. "A gente ouviu um barulho mas não sabia o que era. Foi quando os vendedores saíram da loja correndo dizendo que era tiro. Depois foi um atrás do outro. Foi horrível correr sem saber de onde vinham os tiros", contou a vendedora Dayane Ignotti. Os funcionários da joalheria e da Bayard não quiseram falar com a reportagem.

Segundo a polícia, um carro Ford Focus roubado, que deve ter sido usado na fuga, foi encontrado próximo do shopping, na ponte Eusébio Matoso, com o celular de uma das funcionárias da joalheria que também havia sido roubado. O veículo foi apreendido e a Polícia Civil solicitou as imagens das câmeras do circuito interno do shopping para identificar o bandido. 

Residência. No mesmo horário do assalto ao shopping, uma casa na Rua Iramaia, a poucos metros do Iguatemi, foi roubada por cerca de seis homens. Segundo policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) que estavam no local, os crimes não têm relação.  A dona da casa, uma senhora idosa, e sua cuidadora foram amarradas e mantidas refém durante a ação dos bandidos, que fugiram em um carro preto levando joias e outros pertences, segundo testemunhas.

Um parente da vítima, que não quis se identificar, disse que o crime foi cometido por jovens usuários de drogas e que a prática é frequente na região. A polícia vai usar imagens das câmeras das residências e o relato das vítimas para tentar identificar os assaltantes. 

Comentários