HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Cidade de SP alcança 12,1 milhões de habitantes, mas cresce abaixo da média nacional

Capital paulista lidera ranking dos municípios mais populosos, seguida por Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Fortaleza

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2017 | 09h58

RIO - O município de São Paulo já tem 12,107 milhões de habitantes, o mais populoso do País, segundo estimativas divulgadas nesta quarta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado representa um crescimento de 0,57% em relação a um ano antes.

O dado integra as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros em 1º de julho de 2017, divulgadas anualmente pelo IBGE em cumprimento à legislação vigente. As informações são usadas pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios, além de servirem como referência para indicadores sociais, econômicos e demográficos. 

Estima-se que o Brasil tenha 207,6 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017, um pouco menor do que a taxa de 0,80% registrada na passagem de 2015 para 2016.

Embora tenha crescido menos do que a média nacional, a população de São Paulo ainda liderou o ranking de municípios, seguida pelo Rio de Janeiro (6,520 milhões de habitantes), Brasília (3,039 milhões) e Salvador (2,954 milhões de habitantes).

No início de julho, 17 municípios brasileiros tinham população superior a 1 milhão de pessoas, somando 45,5 milhões de habitantes, o equivalente a 21,9% da população brasileira.

O município com menos moradores era Serra da Saudade, em Minas Gerais, com apenas 812 habitantes. O segundo menor foi Borá (SP), com 839 moradores, seguido por Araguainha (MT), com 931 habitantes. O IBGE calcula que quase um quarto dos municípios (24,746%) do País teve redução de população em relação ao ano anterior.

Entre os estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos estão na região Norte. O Estado de São Paulo, com 45,1 milhões de habitantes, concentrou 21,7% da população do País. Roraima foi o estado menos populoso, com 522,6 mil habitantes, 0,3% da população brasileira.

O cálculo tem como base a projeção da população estadual e a tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas informações captadas nos dois últimos Censos Demográficos, referentes a 2000 e 2010. As estimativas também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.