Chuvas tiram 60 famílias de suas casas em Ubatuba

Dois deslizamentos foram registrados na cidade, mas não houve feridos; Guarujá também permanece em atenção

TIAGO DANTAS, ZULEIDE DE BARROS, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

28 Dezembro 2011 | 03h06

Pelo menos 60 famílias de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, tiveram de deixar suas casas no fim de semana por causa dos temporais que atingiram a região. A quantidade de chuva que caiu no dia 25 é equivalente ao esperado para todo o mês de dezembro, segundo a prefeitura.

Foram registrados dois deslizamentos de terra, mas ninguém ficou ferido. O abastecimento de água em parte da cidade ficou comprometido também por causa da chuva. "A chuva foi fora do normal. Em geral são 60 milímetros numa chuva forte. No Natal, foram 229 milímetros", conta o coordenador da Defesa Civil de Ubatuba, Delmo Jorge Braga de Souza. "Mesmo assim, nenhuma casa foi condenada pela Defesa Civil. Embora estejam em áreas irregulares, as famílias atingidas pelo temporal podem voltar para suas casas."

Baixada Santista. No Guarujá, a lama deslizou do morro e atingiu avenidas e ruas da cidade. A Avenida Tancredo Neves teve de ser parcialmente interditada em alguns trechos para limpeza. Seis famílias do Morro da Cachoeira, ao lado da avenida, tiveram de sair de casa. A cidade permanece em estado de atenção desde segunda-feira. O índice pluviométrico acumulado desde domingo foi de 129,5 mm, a metade do esperado para o mês.

Em Santos, também foi declarado estado de atenção nos 17 morros, que apresentaram escorregamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.