Chuva provoca estragos no Litoral Norte e Vale do Ribeira, em SP

Costa Sul de São Sebastião foi a região com maior quantidade de ocorrências; não houve vítimas ou feridos

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

07 Abril 2010 | 09h51

As constantes chuvas que atingem São Paulo desde o último domingo, 4, também provocaram alagamentos e deslizamentos de terra no Litoral Norte e Vale do Ribeira, segundo relatório da Defesa Civil estadual.

 

A Costa Sul de São Sebastião foi a região que registrou a maior quantidade de ocorrências, com alagamentos de aproximadamente 200 residências situadas nos Vilarejo do Lobo Guará e Vila Débora, ambas no Bairro Cambury.

 

Além dos alagamentos, houve a paralisação do abastecimento de água em 15 bairros da Costa Norte e Área Central por cerca de seis horas. Ao todo mais de 20 mil pessoas foram prejudicadas.

 

Houve registro de alagamentos de diversas ruas do Bairro Boraceia, na divisa com Bertioga e Bairro Barra do Una. No Bairro Maresias, uma família composta por três pessoas foi removida preventivamente, que foram para casa de parentes.

 

Em Caraguatatuba, as cheias das valas e rios que cortam os bairros da Região Sul, entre eles Barranco Alto, Travessão, Perequê-Mirim, Jaraguá e Morro do Algodão, geraram ocorrências de alagamentos de ruas e imóveis. 

 

Em Ilhabela ocorreram queda de árvores no Morro Santa Tereza e um pequeno deslizamento de terra, sem atingir residências; no Bairro Centro e em Ubatuba foram registrados alagamentos de pequenas proporções em áreas isoladas na Região Central. Não houve registro de pessoas feridas, mortas, desabrigadas ou desalojadas.

 

No Vale do Ribeira, a cidade de Juquiá foi a mais prejudicada. Houve transbordamento do Rio Juquiá atingindo alguns bairros ribeirinhos, sendo que os imóveis mais atingidos foram os localizados na Avenida Salva Terra, onde duas famílias foram removidas.

 

Em Registro, as chuvas contínuas elevaram o nível das águas do Rio Ribeira do Iguape, porém, até o momento, não houve necessidade de remoção de moradores das áreas ribeirinhas. Na cidade de Eldorado, o nível do Rio Ribeira do Iguape encontra-se com o nível elevado, porém, até o momento, não houve necessidade de retiradas de moradores das áreas ribeirinhas.

Mais conteúdo sobre:
Chuvas SP litoral interior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.