Choque varia conforme tamanho da pessoa atingida

Para carregar o impulso elétrico, a teaser possui um sistema à base de nitrogênio que ejeta dois fios com polos nas pontas, segundo o comandante da GCM, Dalmo Luiz Coelho Álamo. Quando esses dispositivos atingem a pessoa, a arma passa a transmitir sinais de eletricidade que fazem com que o cérebro perca o controle sobre os músculos.

O Estado de S.Paulo

29 Dezembro 2011 | 03h01

Agentes devem ficar atentos ao porte físico da pessoa para definir por quantos segundos devem manter o gatilho apertado. Quanto menor, menos choque é necessário para interromper os comandos do corpo. O máximo recomendado, para pessoas grandes, são 10 segundos.

Álamo diz que a "vítima" fica atordoana, mas não chega a desmaiar. "Demora alguns segundos até poder ter controle total dos movimentos. Nesse intervalo, já terá sido dominada."

O alcance das teasers varia de 4,5 a 10 metros. Cada arma tem um chip. Por ele, é possível saber o agente que fez o disparo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.