Casamento entre pessoas do mesmo sexo aumenta 78%

Maio teve recorde de celebrações na capital paulista: foram 73 uniões homoafetivas, ante 57 em abril e 41 em março

FERNANDA BASSETTE, O Estado de S.Paulo

01 Junho 2013 | 02h03

Três meses depois de entrar em vigor a norma que regulamenta o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo no Estado de São Paulo - e 15 dias depois de a mesma norma passar a valer no Brasil inteiro -, o número de casamentos gays aumentou 78% só na capital, segundo levantamento feito pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado (Arpen-SP) nos 58 cartórios da cidade.

Conhecido tradicionalmente como o mês das noivas, maio bateu recorde de celebrações: foram 73 matrimônios homoafetivos, ante 57 em abril e 41 em março, quando a norma passou a valer. Nos meses de janeiro e fevereiro, a média de casamentos gays na cidade era de 11 celebrações.

Agora, a tendência é de esse número crescer. "Esse aumento na procura é natural, pois reflete uma demanda reprimida. Antes, muitos casais não queriam se expor a um pedido judicial e correr o risco de ter o pedido negado", avalia Luís Carlos Vendramin Junior, presidente da Arpen-SP.

A oficial de justiça Vânia Rodrigues Silva, de 45 anos, e a empresária Rosângela de Fátima Lopes, de 38, já moravam juntas havia mais de quatro anos e resolveram se casar oficialmente assim que a norma entrou em vigor. "Éramos contra fazer um contrato porque queríamos direitos iguais a todos. Assim que saiu a norma, marcamos a data. E, assim que nos casamos, fomos atrás de comprar nosso primeiro imóvel", conta Vânia.

O médico Marcelo Graziano Custódio, de 37 anos, e o dentista Carlo Saad, de 38, viviam juntos havia 12 anos, tinham um contrato registrado em cartório e também decidiram oficializar o casamento civil após a nova norma. "Assim que soubemos dessa possibilidade, demos entrada no pedido. Nos casamos em maio. Agora que temos respaldo, já pensamos nos filhos", afirmou Custódio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.