Denny Cesare/Estadão Conteúdo
Denny Cesare/Estadão Conteúdo

Carro cai de viaduto e duas mulheres morrem no aeroporto de Viracopos

As vítimas eram uma professora e uma estudante da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); queda foi de altura de 11 metros

Sara Abdo e Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

26 Agosto 2017 | 10h03

Atualizado às 16h40.

Duas mulheres morreram após o carro em que estavam cair de um viaduto do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, na manhã deste sábado, 26. As vítimas são a professora universitária Maria Érbia Cássia Carnaúba e a estudante de pós graduação Carolina Blasio da Silva, ambas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Elas chegavam ao aeroporto por volta das 7h15, pela via de acesso ao estacionamento e à área de embarque, quando o veículo saiu da pista, subiu na calçada e acabou atravessando uma espécie de guard-rail de metal e vidro, segundo informações da concessionária que administra o aeroporto.

As vítimas despencaram de uma altura de 11 metros, direto em uma das pistas usadas pelos carros que saem do aeroporto. As duas morreram no local.

Amigas, as duas haviam concluído o doutorado no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp. Maria Érbia finalizou o curso em março e já atuava como professora na instituição. Já Carolina tinha feito a defesa de sua tese na sexta-feira, 25.

O IFCH e a Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (Anpof) divulgaram notas de pesar pelos falecimentos. O instituto afirmou estar "enlutado" com a morte de "duas brilhantes pesquisadoras" e prestou solidariedade aos amigos, familiares e orientadores das vítimas.

Causas. Embora as investigações ainda não tenham sido concluídas, é possível que, no momento em que ia estacionar, a motorista tenha acelerado o veículo, ao invés de freá-lo. Informações preliminares de testemunhas também indicam que a condutora estava em velocidade acima da permitida na via e usava chinelos, o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Das três faixas disponíveis para saída de Viracopos, uma ficou bloqueada até as 13 horas enquanto a polícia fazia a perícia para descobrir a causa do acidente. Segundo a assessoria de imprensa do aeroporto, o caso será investigado pela Polícia Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.