Carcereiro será indiciado por suspeita de facilitar fuga de presos em SP

Cinco homens armados invadiram delegacia de Palmital nesta madrugada, abriram duas celas e libertaram 19 detentos; seis já foram recapturados

Priscila Trindade, da Central de Notícias

22 Abril 2010 | 20h14

SÃO PAULO - A Polícia Civil informou que vai indiciar um carcereiro da delegacia de Palmital, no interior de São Paulo, suspeito de facilitar a fuga dos detentos nesta quinta-feira, 22. Cinco homens armados invadiram a delegacia nesta madrugada, abriram duas celas e libertaram 19 presos. Seis deles já foram recapturados.

 

Segundo o delegado assistente da Delegacia de Assis, onde o inquérito foi aberto, Luiz Antônio Ramão, o carcereiro ouviu um barulho vindo do pátio da delegacia e abriu a porta. Em seguida, ele e outro carcereiro foram rendidos por um grupo de cinco homens armados. O funcionário vai responder em liberdade. De acordo com Ramão, a porta só pode ser aberta na presença de policiais militares.

 

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que, na fuga, o bando levou uma espingarda calibre 12 e uma câmera digital. A arma e o equipamento foi encontrado nos arredores da delegacia. A polícia continua a procura dos fugitivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.