1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Capital tem recorde de frio no fim do verão

O Estado de S.Paulo

19 Março 2013 | 02h 03

A tarde de ontem em São Paulo foi a mais fria para um mês de março nos últimos cinco anos: o período, em que as temperaturas chegam a seu ápice, registrou 19,5°C - o patamar anterior, de 19,3°C, havia sido marcado em março de 2008. Além disso, a segunda-feira na capital teve mínima de 14,9°C, a menor do ano junto com a registrada em 12 de janeiro. Assim, o verão vai se despedindo - amanhã começa o outono - com frio.

Os dados dizem respeito aos registros feitos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Mirante de Santana, na zona norte da capital. Segundo a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo, hoje, as temperaturas devem subir um pouco, com mínima de 15°C e máxima de 23°C. Amanhã - a mudança de estação ocorre às 8h02 -, os termômetros poderão chegar a 27°C. "É o último dia do verão com cara de outono e o primeiro do outono com cara de verão", brinca a especialista.

A chuva deve reforçar essa sensação, já que hoje há previsão de tempo encoberto e precipitações a qualquer hora do dia. Amanhã, no entanto, a tendência é de mais sol, com pancadas de chuva somente a partir da tarde.

No litoral norte, a situação não deve ser tão diferente, com possibilidade de chuvas, mas em menor intensidade do que a dos últimos dias, quando foram registrados volumes muito acima da média para a época.

Deslizamentos. Só no domingo, choveu em Ubatuba 99 milímetros, ou 30% do que era esperado para o mês inteiro, 321 mm. Na mesma área do Estado, São Sebastião, onde foram registrados deslizamentos de terra e bloqueios de pista, houve 224 mm de precipitação, segundo Inpe.

Mesmo com menos chuva, ainda há risco de deslizamentos, pois a terra de encostas segue encharcada, diz o meteorologista André Madeira, da Climatempo.

  • Tags: