1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Campo Belo: 18 assaltos a residência em 4 meses

Cristiane Bonfim - O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2010 | 00h 00

Levantamento é do 27º DP, após prisão de três acusados de assaltar uma casa na região; vítimas foram convidadas a fazer reconhecimento

Nos últimos quatro meses, 18 residências dos bairros de Moema, Campo Belo e Jardim Aeroporto, todos na zona sul de São Paulo, foram assaltadas. O levantamento foi feito ontem pela equipe de investigação do 27.º DP, após a prisão de três acusados.

De acordo com o chefe dos investigadores, Walcir de Melo Alves, o levantamento foi feito em todos os boletins de maio até agora. Nesse período, 12 pessoas foram presas. "A ideia agora é saber em quais crimes esses três jovens têm participação."

Arquiteto e filho de um desembargador do Tribunal de Justiça (TJ), Marcos Takiguthi, de 37 anos, e a mulher foram dominados às 23 horas de anteontem quando abriam o portão para guardar o carro na casa onde moram, no Campo Belo. Bruno César de Almeida, de 19 anos, e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, anunciaram o roubo e invadiram o imóvel. Durante o assalto, os criminosos agrediram Takiguthi com coronhadas e uma faca de cozinha. Ele teve uma costela quebrada e sofreu um corte em uma das mãos.

Mesmo dominada, a mulher do arquiteto aproveitou a distração dos bandidos para comunicar o roubo a uma empresa de monitoramento. O aviso foi dado por alarme silencioso. Acionada, a Polícia Militar deteve o trio, que tentava fugir pelo telhado das casas vizinhas. Eles já haviam separado R$ 7,3 mil em joias, 1 mil, dois relógios e R$ 1 mil. Almeida foi indiciado por roubo e lesão corporal dolosa (quando há intenção). Os dois menores foram encaminhados à Vara da Infância e Juventude.

"Pelo depoimento das vítimas, um dos adolescentes era extremamente violento. Foi ele quem agrediu a vítima", diz o investigador Roberto Cordeiro. Segundo ele, os três já foram internados na Fundação Casa e assumiram outros assaltos na região. "Mas não querem dizer em quais casas", afirma.

Na tarde de ontem, na delegacia, uma mulher reconheceu dois dos assaltantes, que teriam participado anteriormente de um crime em Santo Amaro. Ela afirmou à polícia que viu na TV os criminosos sendo presos.

  • Tags: